Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
10
Nov 10
jls, às 16:01link do post | comentar

Antes de arrancar de motoreta para as Chaves do Areeiro, fazer cópias das do país para entregar aos senhores do FMI, Teixeira dos Santos ainda passou pelos Mercados Internacionais com os recibos verdes do orçamento e uma factura da agua do país, como comprovativo de morada, para saber se lhe baixavam o spread. Mas nada.


Questionado à porta dos mercados sobre a agiotagem dos juros, respondeu aos jornalistas com uma entrada à Maniche. Tenho opinião sobre muitas coisas mas por acaso essa não é uma delas, mas para que saibam pago no meu Barclaycard 28% de juros e não me queixo. Há uns dias precisei de um novo credito e sabem o que fiz? Fui ao Colombo, à entrada do Cont`nente, e subscrevi mais um cartão com qual vou pagar a divida dos antigos. Isso de pedir ajuda às instituições internacionais é para meninos. E se um dia tiver mesmo de ser ainda tenho de pensar se é melhor recorrer ao FMI onde no ranking estamos em 39º se à FIFA onde estamos em 8º.


07
Nov 10

Numa inédita tomada de posição a Associação Industrial Portuguesa do Gamanço enviou à cobrança um comunicado às redacções dos jornais e agencias noticiosas informando que se junta à greve geral dos trabalhadores no próximo dia 24 de Novembro.


Carlos Gama, presidente da associação, explica que esta tomada de posição deve-se ao facto dos empresários que representa terem nos últimos anos enriquecido menos que o esperado. Critico relativamente à postura do fisco, policia e alguns políticos que tem denunciado áreas onde desenvolvem os seu negócios menos lícitos, a adesão à greve é um grito de protesto como que a dizer deixem-nos gamar em paz.


Exemplifica com o recente caso da REN. Foi com dificuldade que conseguimos colocar um conjunto de gestores medianos, via partidos políticos e pagos principescamente, na direcção da empresa cuja estratégia era gamar à descarada defendendo assim interesses particulares de um conjunto de cidadãos que está acima da lei. Um Juizeco de uma comarca de segunda denunciou o caso e alguns desses gestores de elite, presidente incluído, foram constituídos arguidos tendo de abandonar os cargos e funções. E porque? Porque apenas gamaram, fizeram aquilo que sabiam. É injusto. É ainda mais grave a denuncia agora feita, o caso do presidente que vai receber um prémio de 240 mil euros. Então por ser arguido e ter prejudicado a empresa não deveria receber o prémio. Mas onde é que isto vai parar?


05
Nov 10
jls, às 13:23link do post | comentar

A estação dos CTT da praça do comércio, junto ao Ministério das Finanças, confirmou via Telex que está a ser alvo de buscas pela PJ e por Economistas pisteiros depois de ter sido identificada como a origem das cartas armadilhadas enviadas a todas as embaixadas em países europeus.

 

Fernando Mamede, carteiro há mais de 40 anos 20 dos quais a entregar cartas, de saída para o giro disse-nos que já sabia que isto ia acontecer. No ano que vem vai ser a mesma coisa. Estamos a enviar os dossiers com o OE2011 em pacotes de papel pardo atados com um baraço e toda a gente desconfia da armadilha que vai lá dentro.

 

Já Antonio Leitão, carteiro do ano em 2006 e actual especialista em giros de meio fundo e avisos de recepção, disse-nos para termos especial cuidado com as rubricas da despesa, que na sua opinião estão mal orçamentadas (fios vermelhos) e mal conectadas com a receita (fios verdes), e que o buraco que vão provocar nalguns ministérios vai ser idêntico a 1 Kg de nitroglicerina lançado do 10º andar dentro um galão com 5 lts com gasolina da mais cara da Galp a arder, o que é equivalente à chegada do FMI a Portugal lá para meados da próxima semana.


03
Nov 10
jls, às 23:24link do post | comentar

A troco de duas senhas de refeição na cantina da Assembleia da Republica, a carregar no cartão de contribuinte, subornei a avó Paulinha que me mostrou os epigramas que Jorge Lacão, seu neto, deixou esquecidos no bolso da camisa e que nos ajudam a compreender as negociações que levaram à viabilização e aprovação do OE2011.

 

Como a esta hora e dado o fuso horário o Wikileaks já fechou para almoço, publico aqui essas notas secretos (com anotações manuscritas do seu autor).

 

PSD (malandros): Não abdicam da taxa de IVA no leite com chocolate (avisar a Mota-Engil que não vale a pena comprar mais destas vacas do farmaville) nem nas conservas (o Armando Vara ainda se dedicará às actividades piscatórias?). Aceitam o congelamento das pensões se as mesmas regras forem aplicadas às residenciais e hotéis (vamos gastar uma fortuna em gelo, procurar camarada com as quotas em dia e que trabalhe na área).

 

Continuam a insistir no fim das PPP (parcerias publico privadas) oferecendo o fim da do BPN com os empresários deles na fábrica das garantias falsas (sugerir em vez disso que cortem 20% nos esquemas e que deixem em paz o Godinho e o Lino que nós tapamos o buraco. Ver se o grande chefe Coelho concorda) como contrapartida da nossa com a Mota-Engil (será que alguém nota se transformarmos a Mota-Engil em Coelho-Engil? Mandar prender o Sr. Mota para ver como reagem os mercados).

 

Fim do TGV (lá vem eles com a mesma história. Não temos nada para dar em troca. E se fizéssemos pelo mesmo valor uma ciclovia entre o Aeroporto e o Parque das Nações?)

 

 


mais sobre mim
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
16
18
20

21
22
23
25
26
27

28
29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO