Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
26
Nov 09

Dois Senegaleses radicados em Portugal, um deles legal, vão publicar na próxima semana na revista MARIA um artigo científico onde provam o paradoxo do Gato de Schrodinger, aplicado ao banqueiro Oliveira e Costa (O&C).

 
O ponto de partida para esta experiencia é: pode um banqueiro estar simultaneamente morto e vivo? É a esta incoerência quântica que os Senegaleses respondem na conceituada revista cientifica Portuguesa.
 
Embora a questão seja colocada duma forma metafórica pois havendo um buraco de 9700 milhões de euros, desviados para locais que a mecânica quântica não conhece mas que se situam algures na freguesia da Esgueira, porque razão está um ex-empregado da firma Bóia & Irmão falido?   
 
Apesar do pressuposto inicial ser de difícil compreensão, a experiencia resume-se em colocar O&C numa sala blindada com paredes de chumbo e introduzir na sala um dos 23 arguidos com uma Magnum 45 e uma folha de papel com a seguinte questão. Terá o Madoff de Matadouços já contado tudo?
 
No exterior, imunes a sons ou à observação do que se passa dentro da sala somos levados a concluir que há um estado em que O&C está simultaneamente morto e vivo, no entanto se abrirmos a porta e espreitarmos apenas nos é dado a observar O&C ou vivo ou morto e não os dois estados em simultâneo.
 
Bem sei que a compreensão escapa a mentes menos treinadas para estas questões científicas ou que não tenham frequentado as aulas do professor António Morais na UNI, mas os Senegaleses ilustram a experiencia com outros famosos casos. Por exemplo o assessor do presidente da republica Fernando Lima. Depois do estado vivo, passou ao estado morto e regressou agora ao estado mais que vivo. Mas houve uma altura, a meio de Setembro, em que conseguiu juntar todos os estados e inclusivamente envergonhar o proprio estado.
 
O melhor é lerem a revista e inteirarem-se da experiencia. Está na rubrica o Diário de Maria.

10
Jul 09
jls, às 14:45link do post | comentar | |

Estive mesmo para comprar o BPP mas achei caro e preferi ir beber um café. Talvez à tarde ainda perca a cabeça e com o troco do café, 50 Cêntimos, faça uma oferta para a compra do BPN.


mais sobre mim
Julho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO