Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
17
Nov 10
jls, às 17:05link do post | comentar | |

 

Os primeiros anarquista a chegar a Lisboa para a cimeira da Nato ficaram tão chocados com a forma como foram recebidos que ameaçam não fazer estragos nenhuns e trocar as manifestações por voluntariado no Banco Alimentar.


F., socialista utópica com especialização em legislação grafitiana, explica-nos aos gritos que a polícia não bateu em ninguém, que a maior parte das montras já está em tão mau estado que nem vale a pena partir, a gasolina tão cara que só com gasóleo agrícola conseguimos fazer cocktails molotov e as paredes tão grafitadas que não há nada para pintar. Tentamos roubar um velhote mas não tinha cheta, com pena ainda lhe pagamos um bolo.

 

Os políticos já destruíram tudo, neste caos é impossível desorganizar mais alguma coisa, finalizou enquanto se auto-apedrejava.


Não há dúvida alguma que o nosso país está mal, e sempre esteve, talvez seja por isso que a nossa dose de terroristas é baixa. Para quê, realmente?
Susana a 27 de Novembro de 2010 às 11:59

mais sobre mim
Novembro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
16
18
20

21
22
23
25
26
27

28
29


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO