Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
14
Jul 10
jls, às 14:55link do post | |

Parvo. Foi nestes termos de extrema agressividade que o presidente da associação dos Adivinhos se dirigiu a um dos técnicos da associação dos Bruxos depois deste lhe ter atirado um papel às costas no átrio do INE (Instituto Nacional de Estatística) onde ambos trabalham a recibos verdes.


A tensão existente entre as associações dos Adivinhos e a dos Bruxos, responsáveis pelas previsões económicas e pelos horóscopos do INE, já obrigou a presidente a colocar óleo na fervura proibindo rituais de magia negra depois das 19 H, assim como a venda de toucinho gordo, agulhas, raminhos de alecrim e fios negros no bar do instituto. Para breve estará a tomada de posição sobre as orgias satânicas que antecedem as sessões de sexo utilizadas para prever a taxa de inflação e os índices do consumidor.


Esta escalada de violência começou com um pequeno incidente numa sala de reuniões no 3ºpiso quando uma bruxa estagiária decapitou um técnico superior adivinho por ter revisto em alta os números do consumo privado e das exportações. Comentadores televisivos encartados para o horário 19-23H instigados a comentar o assunto disseram que; ainda que duma forma encriptada este incidente é a resposta a um outro, menos grave, em que um grupo de técnicos adivinhos invadiu o piso dos bruxos, mascarados de selecção espanhola para comer o camarão tigre Joaquim, primo em 2º grau do polvo Paul, responsável máximo pelas previsões Outono/Inverno do INE.


A sorte, disseram os mesmos comentadores que tem por hábito falar em coro, foi não haver maionese e o camarão ter fugido para dentro duma gaveta. As previsões Outono/Inverno ligeiramente mais frescas e ousadas indicam estados de ânimo mais carregados e melancólicos traduzindo em números negativos e tons neutro os principais elementos da natureza: terra, mar, legumes e fruta fresca.

 

Por outras palavras, a crise vai continuar e tanto o INE como o Banco de Portugal, o Governo, a Oposição, o FMI, a União Europeia, a Nato ou mesmo o Instituo de Socorros a Náufragos não fazem a mínima ideia do que vai acontecer nos próximos tempos. Boa sorte.


De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
21
22
24

25
26
29
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO