Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
19
Fev 10
jls, às 11:51link do post | comentar | |

Três peritos de Harvard, dois de Oxford e uma galinha omnívora, que lhes servirá de almoço em cabidela, desembarcaram hoje no terminal 5 do Aeroporto de Figo Maduro para estudar o estranho caso da meteórica ascensão de Rui Pedro Soares (RPS) no universo PT. Estes conceituados investigadores estudam há anos, 26 para ser preciso, combustíveis alternativos para foguetões. O caso Português suscitou interesse aos investigadores dado poder responder à velha questão: Será possível aumentar a energia no bocal de Laval (vulgo tubo de Bell)?

 

Nós, mais os que ouviram as escutas e ainda os que acham que a surdez de Pinto Monteiro lhe afecta o cargo (ou seja todos), sabemos que ao aumentar a energia cinética dentro do bucal exponenciamos a propulsão do foguete fazendo-o subir mais alto e mais rápido. Chegados aqui, e se me acompanharam no raciocínio não ficando apenas com o sentido pela cabidela, olhamos para o caso RPS com incompreensão, admiração e até comichão por não saber que mistura de combustível utilizou RPS na escalada do universo PT. Será o bocal de RPS maior que o dos tradicionais boys que ocupam os jobs? Ou já estará a utilizar na fórmula a energia renovável bandeira de cartaz do propulsor José S?

 

Os testes levados a cabo pelos investigadores no universo PT, universo mais complexo que o nosso, concluíram que usando energia nuclear enriquecida com urânio de primeira importado de Salamanca RPS chegaria a administrador de um quiosque aos 38 anos, no entanto e como é do conhecimento de todos, excepção de Pinto Monteiro que acha que não há matéria, aos 32 RPS já era administrador da PT.

 

Com a cabidela ao lume os de Oxford defendem que RPS apesar de não ter currículo é de tal forma inteligente que chegaria a Einstein aos 45 e a Constâncio aos 48. Já os de Havard, apologistas da cabidela mais salgada, remetem para o futuro as respostas às questões passadas, alertando-nos apenas para o facto de que quando a combustão se inicia dentro do bocal do foguete o processo não poder ser travado ou parado. RPS iniciou a subida e estará sempre a subir apenas haverá alturas em que a direcção será descendente, isto para não dizer que subirá para baixo. Veremos quantos leva consigo.


mais sobre mim
Fevereiro 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12
13

14
15
16
17
18
20

21
22
23
26
27

28


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO