Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
15
Dez 09
jls, às 09:57link do post | comentar | |

A Comissão de trabalhadores do Pingo Doce chegou hoje a acordo com a administração da empresa relativamente à polémica questão do anúncio. A Administração, após longas negociações, aceitou reduzir para 580 vezes/dia o número de vezes que a musica passará nas lojas.
 
Após uma semana inteira a passar das 8 H às 22 H, e depois da denúncia que havia lojas que já só eram frequentadas por surdos e pessoas idosas com problemas auditivos a Administração recuou nas suas intenções de passar a musica 24 horas por dia mas não na intenção de oferecer um CD, um DVD e uma K7 a cada um dos funcionários com a referida musica.
 
A lembrar o caso da France Telecom onde uma reestruturação da empresa levou a que inúmeros trabalhadores se suicidassem no Pingo Doce também já houve inúmeros incidentes, felizmente nenhum com consequências de maior.
 
Há no entanto vários relatos que preocupam o sindicato. No Pingo Doce de Ranholas um caixa com 20 anos de casa tentou saltar de cima de uma bancada com mais de 35 cms para o corredor e não fosse a pronta intervenção da Simara, que ali dava um concerto, tinha levado a sua avante. Em Linhares da Baixa, numa situação mais grave, um repositor refugiou-se dentro de um linear de frio e não fosse a intervenção de 2 camarões tigres teria sido vendido congelado a 3,90 €/Kg.
 
Também em Massamá, no talho, houve um grave incidente. Consta que dois frangos do campo no expositor faziam coro com a propaganda que passava nos altifalantes da loja, e o empregado em desesperado de causa e após os ter mandado calar várias vezes sem sucesso terá baixado o preço em 5 cêntimos o Kg.
 
O departamento de parapsicologia da empresa segue com atenção estes casos e promete uma tomada de posição quando Júpiter estiver na casa de Saturno ou a Maya na casa da Dona Joana.
 
Tentamos saber a opinião da Administração e apenas nos foi comunicado que também aí a estratégia do anúncio não recolhe a unanimidade. Há inclusivamente boatos, alguns dos quais estão a ser trabalhados pela LPM para se tornarem verdadeiros, que estará iminente a separação entre Jerónimo e Martins.
 
Nas outras grandes superfícies e também na mercearia do Sr. Silva em Alcabideche há uma onda de solidariedade para com os trabalhadores do Pingo Doce e foi já decidida uma greve nacional para a véspera de natal e para aborrecer os clientes os trabalhadores prometem trabalhar no dia de Natal.

Meu caro, isto é um verdadeiro libelo contra as grandes superfícies.
Espero que não se importe que o seu VICENTE esteja a ser divulgado no meu Capuchinho (publ. à borla).
Um abraço!
O Capuchinho a 17 de Dezembro de 2009 às 00:44

Caro Capuchinho,

Claro que não me importo, antes pelo contrário até agradeço. Vou espreitar o seu blog.

Abraço,

Jls
jls a 17 de Dezembro de 2009 às 10:09

mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
23
24
25

28
30
31


pesquisar neste blog
 
blogs SAPO