Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
30
Jul 10

“Aproveitem a vida e ajudem-se uns aos outros. Apreciem cada momento, agradeçam e não deixem nada por dizer, por fazer.”

Está tudo dito! Resta-nos agradecer a ti, por tudo. Obrigado e que descanses em paz.

 


28
Jul 10
jls, às 12:37link do post | comentar | |



 

Pela módica quantia de 85 CR7 a PT prepara-se para vender à Telefónica os seus 50% na VIVO. Para que o negócio se concretize falta apenas o entendimento dos accionistas da PT sobre qual a posição a vender, se o VI se o VO.

 

Com o encaixe financeiro que farão, além duma valente sardinhada no Porto de Santa Maria com jogos de verão, rifas e um bailarico ao fim da noite, os principais accionista revelam aqui como vão aplicar excentricamente as mais valias.

 

Grupo Espírito Santo: A aposta na formação sempre foi um dos pilares do grupo. Depois de Oxford e Cambridge é altura do líder rumar aos EUA tendo Harvard por destino. Aprender a conduzir com os melhores para ir sozinho a alguns lugares é uma das estratégias do grupo permitindo com o que se poupa em motoristas que mais quadros do grupo possam tirar a carta.

 

Grupo Caixa Geral de Depósitos: Vai tentar contratar novamente Armando Vara. O presidente do Grupo já disse que estaria disposto a ir até ao fim do mundo se tal fosse necessário, corrigindo depois, desde que isso não implique ir a Vinhais no verão. A mais valia servirá também para renovar a imagem das cadernetas dos clientes. Saquetas de cromos serão vendidas nas agências com autocolantes dos funcionários que os clientes têm de colar nas novas páginas das cadernetas. Cada cliente só terá direito a uma nova caderneta quando completar a antiga.

 

Ongoing – Nuno Vasconcelos: Vai investir tudo em fatos e camisas.

 

Controlinvest – Joaquim Oliveira: Com o dinheiro vai mudar o apelido de Oliveira para Almeida e tentar uma carreira de actor em Bollywood. Se for bem sucedido reabre o 24 horas só para falar da sua carreira.

 

Joe Berard : Vai comprar o Wall Street Institute, o British Council e mais quatro escolas de línguas para que a partir de Setembro aí ensinem um inglês igual ao seu.

 

Estado Português – Proprietário da Golden Share da PT : Agindo na suprema defesa dos interesses nacionais nomeadamente na questão linguística utilizará uma parte para ajudar a Guiné Bissau a tornar-se membro efectivo da CPLP (Comunidade de Países de Língua Portuguesa) e o restante para alterar a designação da nova empresa que a PT vai comprar no Brasil de OI para Hãn?


27
Jul 10
jls, às 19:18link do post | comentar | |

Levantou o problema a eurodeputada alemã Klausa da Tina enquanto degustava um pratinho de caracóis com um grupo de eurodeputados portugueses num bordel em Bruxelas. Os atónitos eurodeputados lusos que até aí estavam de moral levantada, atentos ao espectáculo de variedades que decorria no palco anexo, receberam a notícia com o mesmo entusiasmo que se recebe um balde de água fria a meio duma lap dance.

 

Entregues as previsões dos défices públicos a Bruxelas pelo governo Português, 6,6% para 2011, 4,7% para 2012 e 2,8% para 2013, a profecia Maia do fim do mundo para 21 de Dezembro de 2012 (21/12/2012) teria de ser adiada pelo menos num ano. É impensável que o mundo acabe tendo Portugal um défice excessivo, disse Tina enquanto baixava o top para cobrir os rins.

 

Alguns não percebendo o significado de “défice” pediram uma nova rodada de champanhe afirmando que os números, que provavelmente teriam as vírgulas estragadas, só podiam estar errados. Tina percebendo a manobra politica intimou-os a falar com o autarca da Maia, o mesmo que há muitos anos atrás numa reunião de câmara tinha decretado o fim do mundo para aquela data e agendado para a véspera uma mega festa que reuniria Tony Carreiras, fogo de artificio e touros no mesmo palco.

 

Expedito, o eurodeputado que levava a dianteira nos caracóis com 326 aos 5 mnts, pediu a troco duma nova rodada a palavra à chefe da mesa. Apesar da palavra não lhe ter sido concedida, disse na mesma: Tivessem na altura aceite a proposta do presidente da autarquia de Gondomar, cuja profecia era que o fim do mundo fosse só em inícios de 2014, que este problema dos défices excessivos não se punha.

 

Moroso, o mais atrasado nos caracóis com um registo de 3 aos 10 mnts, questionou a pertinência e oportunidade da intervenção do eurodeputado Expedito, lembrando-lhe que a profecia Maia coincidia com o equinócio de inverno e com um raro alinhamento galáctico que só ocorre a cada 26.000 anos. Lembrou ainda que a autarquia já a prever essa ocorrência tinha mandado arranjar as piscinas enquanto Gondomar além dumas inócuas declarações nada tinha feito. Foi nessa altura que o Mercedes Benz entrou desgovernado Alcouce adentro e os matou todos dando razão a uma profecia da autarquia da Trofa que previa que uma conta ficaria por pagar naquele dia.


23
Jul 10

Angustiado por a semana lhe ter corrido tão mal, terça-feira aparam-lhe mal o bigode, quarta-feira uns bandidos assaltaram-lhe o escritório e traduziram de português para francês uns poemas que o Rei tinha traduzido de russo para português e quinta-feira despediu o seu chefe da casa civil e este acedeu em ficar, D. Duarte perguntava a Isabel o que mais lhe poderia acontecer.

 

Prenderam o Rei dos Gnomos. Disse Isabel enquanto colocava na frigideira mais dois douradinhos para o Rei. O Ghob, coitadinho.

 

O Godinho? Mas esse não era o Rei da Sucata? Perguntou o Rei limpando os salpicos de óleo que lhe cobriam a face.

 

Sim, o Godinho era o Rei da Sucata mas já está preso. Agora foi o Rei dos Gnomos. É mais um rude golpe para monarquia, respondeu Isabel colocando um pouco de água na frigideira para poupar no óleo. E tu, escondestes bem os corpos? Perguntou-lhe enquanto um dos douradinhos, já morto, saía da frigideira com duas piruetas e um mortal.

 


20
Jul 10
jls, às 22:11link do post | comentar | |

 

 

Um tractor desgovernado conduzido por um septuagenário com dívidas ao fisco galgou um muro em Torres Vedras e destruiu por completo um pequeno armazém duma família que aí trabalhava na indústria transformadora.

 

Às autoridades, que aí se deslocaram de helicóptero para aumentar o aparato, a família informou que vai processar o motorista do tractor, que entretanto fugiu deixando apenas a carteira uma perna e a mão direita, de ter destruído o ganha-pão da família. O negócio de transformação consistia em comprar grandes quantidades de coca-cola para depois através dum elaborado processo químico separar a cola da coca e a vender ao retalho em pequenas doses.

 

Já no ano passado, nas margens do Douro, a mesma família tinha visto um outro negócio ser destruído por um barco de pesca desgovernado que guiado por um octogenário com divididas à segurança social destruiu por completo uma pequena garagem e respectiva doca que a família usava para transformar LCD`s de 32 polegadas em droga. O processo de elaborada precisão física e técnica consistia na desmontagem dos ecrans para retirar os cristais líquidos que eram posteriormente transformados em pastilhas de LCD para venda na grande distribuição.

 

E por falar em desgraças, não é que a mesma família já tinha sido assolada por idêntico incidente há dois anos. Um nonagenário com a situação fiscal em dia durante a aterragem desgovernada dum bimotor destruiu por completo um hangar em Évora, propriedade que a família usava para através dum elaborado processo físico-químico extrair de livros de banda desenhada americanos a heroína que vendia à grama no comercio local.

 

A polícia montada que investiga o caso procura uma ligação entre os três “genários” pois não acredita em tantas coincidências, até porque o acidente é sempre no dia 20 de Abril. Pondera também deixar o “cavalo” para prosseguir com a investigação a pé.

tags: ,

mais sobre mim
Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
15
16
17

18
21
22
24

25
26
29
31


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO