Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
30
Set 09
jls, às 18:01link do post | comentar | |

A mulher dos aviões, Ana Gomes, candidata à câmara de Sintra apenas para estar mais perto da base aérea Nº 1 de Sintra em Pêro Pinheiro e ter o aeródromo de Tires debaixo de olho, considerou hoje “patética” a comunicação ao país do Presidente da Republica, dizendo que a partir de agora o Governo terá de ter “muita paciência” com o Palácio de Belém.

 
Promovendo o contraditório tentamos saber a opinião do país sobre a opinião de Ana Gomes. Aleatoriamente escolhemos à sorte entre Fernando Gomes, futebolista e ex-primo de Ana Gomes, Domingos Paciência, treinador do Braga e futuro campeão de inverno e o Palácio de Belém. Saíram todos.
 
(FG) Ouvir a Ana é como ter um orgasmo, ou isso era marcar um golo? Bem, pouco importa. Respondendo à vossa pergunta, se a Ana disse isso é porque estava coagida pela CIA ou asfixiadas pelos 2 sírios que vieram de Guantanamo e estão abrigados em casa dela. Tem de ter paciência com ela.
 
(PB) O Palácio de Belém, e outros monumentos nacionais tais como o Museu dos Coches e a Casa dos bicos agradecem os comentários da euro-deputada dois em um Ana Gomes mas não pretendem responder precisamente para não perderem a paciência.
 
(DP) Se até a mim a paciência se esgota, eu que sou paciência pelo lado do pai pois a minha mãe era muito nervosa, imaginem o que não tinha para dizer se a liga não me castigasse. Peço-vos encarecidamente que tenham paciência.
 

 

 

 


Depois da expectativa a frustração. Os discursos de Cavaco começam a rivalizar com os de Sampaio. Ninguém os entende. Hoje, antes de ir ocupar o tacho no Ministério resolvi passar pelo chinês e perdendo o amor a 1,50 €, com pilhas incluído, decidi comprar um tradutor de Cavaquistanês/Português. Inseri algumas partes do discurso e qual não foi o meu espanto quando vi que funcionava. Partilho aqui os resultados para que fiquem mais ou menos na mesma.
 
(Cavaco Silva) - “não existe em nenhuma declaração ou escrito do Presidente qualquer referência a escutas ou a algo com significado semelhante.”
 
(Tradução) - O primeiro que me ouviu falar de escutas, tirando a Maria, a rapaziada aqui em Belém e uma ou outra fonte que levante o microfone ou me mostre o cartão de militante do PS.
 
(C) - “a Presidência da República é um órgão unipessoal e que só o Presidente da República fala em nome dele ou então os seus chefes da Casa Civil ou da Casa Militar.”
 
(T) - A Presidência, cuja sede social é em Belém, é uma nano-mini-micro-pequena empresa que orienta o país e da qual eu sou o chefe. Aqui quem manda sou eu. Se apanho alguém a falar por mim lanço-lhe os meus cães de caça, os galos de luta e também os chefes das casas civis.
 
(C) - “foram ultrapassados os limites do tolerável e da decência.
 
(T) - Então mas o que é isto. Está tudo parvo ou que?
 
(C) - “o Presidente da República não cede a pressões nem se deixa condicionar, seja por quem for.
 
(T) - Estou-me a passar com os socialistas, com os comunistas, com os radicais, com centristas e principalmente com os sociais-democratas. Até com o MEP já estou aborrecido.
 
O Presidente questiona: “porquê toda aquela manipulação?”
 
- À excepção dos Socialistas, dos comunistas, dos radicais, do Manuel Alegre e do Pacheco Pereira quem mais me quer lixar?
 
(C) - “não tenho conhecimento de que no tempo dos presidentes que me antecederam no cargo, os membros das respectivas casas civis tenham sido limitados na sua liberdade cívica, incluindo contactos com os partidos a que pertenciam”.
 
(T)- Anteriormente, no tempo do Sampaio e do Soares, isso sim era uma vergonha. Os assessores além dos programas do PS escreviam livros, crónicas, horóscopos e houve um que até uma banda fez.
 
(C) - “como é que aqueles políticos sabiam dos passos dados por membros da Casa Civil da Presidência da República”.
 
(T)- Como é que o raio dos socialistas descobriram? Bem sei que alguns dos meus assessores foram vistos com uma caneta e uma folha A4 em branco, mas daí a escreverem o programa do PSD. Vou decapitar um assessor só para verem que falo verdade.
 
(C) - “Pretenderam-me colar ao PSD e desviar as atenções dos actos eleitorais. E a mesma leitura fiz da publicação num jornal diário de um e-mail, velho de 17 meses, trocado entre jornalistas de um outro diário, sobre um assessor do gabinete do primeiro-ministro que esteve presente durante a visita que efectuei à Madeira, em Abril de 2008”
 
(T)- Entalei o Santana da maneira que todos sabem, dei força à candidatura da Manuela Ferreira Leite como viram e ainda arranjei esta confusão durante as eleições e dizem que me colei ao PSD? Quanto muito ao PS. E a história do e-mail do Público é-me tão indiferente e caricata que quando apanhar o indivíduo do DN que o obteve lhe passo com todos os carros da comitiva por cima, só para verem que não liguei nada a isso.
 
(C) - “Não conheço o assessor do primeiro-ministro nele referido, não sei com quem falou, não sei o que viu ou ouviu durante a minha visita à Madeira e se disso fez ou não relatos a alguém. Sobre mim próprio teria pouco a relatar que não fosse de todos conhecido. E por isso não atribuí qualquer importância à sua presença”
 
(T) - Sei bem quem é esse tal de Rui Paulo da Silva Figueiredo, o espião. Sei que mora ali para os lados da Amadora. Já contratei dois açorianos ilegais para lhe roubarem o Cartão Victória e o cartão da Galp. Nas próximas viagens se me quiser espiar não vai ganhar pontos. Sobre a viagem à Madeira só para o chatear não fiz nada de especial, tal como em todas as outras viagens.
 
(C) - “Confesso que não consigo ver bem onde está o crime de um cidadão, mesmo que seja membro do staff da casa civil do Presidente, ter sentimentos de desconfiança ou de outra natureza em relação a atitudes de outras pessoas”,
 
(T) - O Lima, além da mania das escutas, ultimamente não tem convivido bem com o Hilário, o seu amigo imaginário. Na semana passada vi os discutir nos jardins do palácio. Ainda por cima são Sporting, se o homem já andava perturbado imaginem agora. Eu pessoalmente também não gosto muito do Hilário, mas sobre isso não quero falar com ele aqui.  
 
(C) - “Estará a informação confidencial contida nos computadores da Presidência da República suficientemente protegida?”
 
(T) -Porque razão recebo tantos mails de VIAGRA se só uma vez mandei vir? E alguém me explica os e-mails dos casinos on-line? Se só jogo aos domingos porque razão todos os dias os recebo.
 
(C) - “Agora vou jantar que daqui a pouco vão começar os Gato Fedorento.”
 
(T) – Vou para o escritório pensar nos superiores interesses da nação e honrar a nobre pátria com o meu humilde trabalho. Mais tarde talvez coma um naco de bolo-rei antes de me deitar. Se tiverem perguntas para fazer, tentem entre vós obter as respostas.

28
Set 09
jls, às 23:53link do post | comentar | |

Desde as vitórias morais da nossa selecção nos anos 90 que não se via uma onda de entusiasmo assim. Nestas legislativas ganharam todos. Desde a abstenção aos votos nulos, das televisões às empresas de sondagens, dos hotéis que receberam os candidatos às roulottes de cachorros instaladas à porta, todos ganharam. Até os 5 partidos com assento parlamentar ganharam.

 
A onda foi de tal modo abrangente que chegou aos partidos sem assento parlamentar. Também eles ganharam. O MEP e o MMS tiveram crescimentos de 100%. Foi também a primeira vez que Garcia Pereira ficou feliz com as eleições. Ganhou tempo de antena, votos e dinheiro.
 
Os que participaram e votaram também estão felizes pois exerceram o seu dever cívico e os que não votaram também ganharam pois passaram um domingo a fazer coisas mais interessantes que votar.
 
Dada esta euforia e uma vez que a própria democracia já se encontra em perigo e risco de implodir o Presidente da Republica vê-se na obrigação de falar ao país e relembrar que continuamos em Portugal.

27
Set 09
jls, às 23:15link do post | comentar | |

Da minha loja do SIS no Centro Comercial das Amoreiras, onde tenho instalado um sofisticado equipamento de espionagem, transcrevo as primeiras escutas da noite.

 
Sócrates – Fernanda Câncio
(S)– Môr, ganhei. Ganhei, ganhei, ganhei! Sou o novo Primeiro-ministro.
 
(FC)– Zé, tu já eras o PM. E bem vistas as coisas até perdeste. Vi agora na SIC mulher que já não tens a maioria e a tal da abstenção acabou por ficar à tua frente. Já agora quem é essa galdéria?
 
(S)– Depois falamos que agora tenho de ligar aos Portas.
 
 
Manuela Ferreira Leite – Dias Ferreira
(MFL) – Mano, perdemos. E agora?
 
(DF) – Perdemos!? Estavas à espera de quê? De ganhar? Com o Polga a jogar assim. O losango do Paulo Bento está todo enviesado. E aquele arbitro…
 
(MFL) – As eleições, parvo. Só pensas em futebol.
 
(DF) – Xiii, as eleições. Com a azia até me esqueci de votar.
 
 
(Francisco Louçã – Miguel Portas)
(FL) - Camarada Portas, já somos governo.
 
(MP) – Já ligaram do Rato?
 
(FL) – A mim não. Ia perguntar-te o mesmo.
 
(MP) – A mim também não. Vou perguntar ao Fazenda e ao Rosas e juntar mais um placard aos 5 que já estão lá fora com o nosso slogan. “Estamos prontos”. 
 
 
(Paulo Portas – Nuno Melo)
(PP) – Nuno, ganhamos. Vamos voltar ao governo. Apanha o primeiro TGV e regressa já de Bruxelas.
 
(NM) – Já cá estou. Liga a SIC. Já te ligaram do Rato?
 
(PP) – Ainda não, mas tenho aqui algumas chamadas perdidas. Olha lá pá, nós temos pessoal para preencher tantos lugares?
 
 
(Jerónimo de Sousa – Carlos Carvalhas)
(JS) - Camarada Carvalhas, sei que ganhamos mas ainda não consegui perceber como, peço-lhe o seu sábio conselho.
 
(CC) – Jerónimo, tiveste mais votos que todos os pequenos partidos somados. E ao passares da 3ª para a 5ª força politica foste quem deu o maior pulo. Isso é um sinal de vitalidade e que a CDU continua viva. E não te esqueças que também ganhamos na Alemanha.  
 
(JS) – Mas isso não vai servir para nada.
 
(CC) – Mas luta continua.
 
 
(Fernando Lima – Cavaco)
(L) - Padrinho ligo-lhe do telemóvel da minha filha que o meu ainda está sobre escuta. Perdemos as eleições. Crio já um caso ou espero por amanhã?
 
(C) – Perdemos? Os meus netos estão aqui a ver desenhos animados e esconderam-me o telecomando. Vou comer um naco de bolo-rei e vou já para a sede do partido, perdão, para o escritório. Entretanto vista-se de mulher e atire-se para baixo dum comboio, precisamos de mais uma manobra de diversão.
 
 
José Lello – António Braga
(JL) – Braga, ganhamos! Vê aí na sede se já há interessados em bons lugares na MEO, e não é na bancada do Estádio do Luz, se é que me entendes.
 
(AB) – Tu és de mais Zé. Ainda não vendi os da Galp.
 
(JL) – Para o fim da semana sou capaz de ter alguma coisa para a TVI, RTP e Público. Fala com a máfia, com o crime organizado e dá também um toque ao Emídio Rangel.  

25
Set 09
jls, às 13:10link do post | comentar | |

Kim Christensen, guarda-redes do IFK Gotemburgo, é daqueles visionários que acha que o futebol deve evoluir. Tal como Rui Santos e sua incessante busca pela verdade desportiva, também Kim busca incessantemente a verdade, no caso a que lhe convém.
 
Farto de cumprir as regras estabelecidas pelos burocratas da FIFA, Kim decidiu criar as suas próprias. Dado ser guarda-redes e achar que a baliza é muito grande para si, nada como a encurtar um pouco. Um pontapé em cada um dos postes e a baliza encurtava uns bons 20 cms. Provavelmente sentia-se mais em casa, aconchegado e seguro.
 
Esta história faz-me lembrar o Gordo (dos meus tempos de miúdo em que jogávamos num campo de terra batida com dois calhaus a fazer de poste). O Gordo que ia sempre à baliza uma vez por outra fazia o mesmo. Na altura resolvíamos a coisa diplomaticamente. Íamos à tromba ao gordo.
 
Espero pois, que também diplomaticamente o seu clube, que pelos vistos sabia desta pratica, lhe encurte um pouco o salário e os senhores sempre sérios da Federação Sueca e da FIFA encurtem uns pontos ao clube, ou então que dêem uma lição de fairplay a todos, e um exemplo à miudagem, e partam o focinho ao Kim.

mais sobre mim
Setembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
19

23
26

29


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO