Redige habitualmente em latim, língua que não domina nem tão pouco conhece, artigos científicos que as revistas da especialidade teimam em não publicar. Para a TV7 DIAS e MARIA escreve artigos económicos. No tempo que lhe sobra escreve aqui.
18
Jun 08
Afinal Deus existe. A prova irrefutável da sua existência esbarrou hoje comigo num corredor do supermercado. Aliás, eu é que esbarrei nela. A prateleira já lá estava. É verdade que continha muitos livros, mas potenciais best sellers só um.

Zézé Camarinho - O ultimo macho man português.”. Ao folheá-lo, e passados 10 segundos, elegi-o logo como o livro da minha vida. Carinhosamente até lhe vou chamar “o manual”. É um diamante por lapidar, arte e beleza no seu estado mais puro, onde cada página é uma aventura, cada palavra um tesouro e cada ponto um sinal.

Cada frase merece ser citada vezes sem conta. Eu tomo a liberdade de aqui mostrar uma dessas pérolas:

“é evidente que já não dou dez seguidas como dava antigamente! Quando era novo dava mais de 50 num só dia, agora devo andar na casa das 20 ou 25 por dia, o que é bem bom para a minha idade!"

Ora deixa cá ver, se fossem 50 eram: 2,08 por hora, ou se quiserem 0,035 por minuto. Coelhos, sintam-se envergonhados e peçam para serem guisados com batatas ou mesmo que vos sirvam à caçador. Daquilo percebe o ZéZé.
tags:

12
Jun 08
jls, às 18:46link do post | comentar | |
Pakato dos Santos Tanaka, natural de Murokami, Japão, concretizou recentemente o sonho de uma vida, abrir um restaurante em Lisboa.

Inicialmente planeado para a zona de Santos, Tanaka viu ao fim da 2ª reunião camarária os seus planos irem por água abaixo até à zona de Alcântara. No edital fixado na Junta de Freguesia, a CML foi clara. Não é permitido a abertura de um estabelecimento comercial dedicado à restauração, chamado DOS SANTOS RESTAURANTE JAPONES, em Santos. É uma majoração positiva da concorrência.

Tanaka, ainda pensou desistir e voltar para o Japão, mas a trombose que teve ao ler o edital apenas lhe permitiu chamar um táxi e chegar ao hospital da CUF. Curado das mazelas físicas, psicologicamente Tanaka continua muito debilitado, além da dislexia apanhou no hospital um vírus incurável e raro, o Aedes albopictus, também conhecido por euforismo desmesurado pela selecção da Croácia. Mais preocupante é perda de memória, Tanaka que ao fim de 5 anos em Portugal, já articulava num português fluente, frases com 3 palavras, das 7 que sabia, agora até no seu nome tem dúvidas. Ou sou Pakato ou sou Pakito, confidenciou-nos.

Na passada semana aconteceu o primeiro incidente. Encomendou sozinho a placa identificativa do restaurante, agora em Alcântara, no Nº30
.

Tanaka, ainda se desculpabilizou informando-nos que Tokyo, no Japão se escreve assim. Por sms, enviou-nos posteriormente a seguinte mensagem:
 
“Kontinuo atele o melhore SASHI de Alkantara”
tags:

mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


pesquisar neste blog
 
subscrever feeds
blogs SAPO